ANGELITUDE

Publicada pela primeira vez, Acervo Digital Chiquinha Gonzaga, 2011.

O autor dos versos é o irmão da compositora, José Basileu Neves Gonzaga Filho, o Juca. Médico e diplomata, ele publicou livros de poemas, sendo o primeiro parceiro de Chiquinha, em Canção dos pastores, quando eram ainda crianças. A composição Angelitude foi vendida ao editor Manoel Antônio Guimarães, em 16 de março de 1900, segundo o recibo n. 124, mas não consta ter sido publicada.

letra de Dr. Gonzaga Filho

A lua tem na luz fosca, ador·vel, branca
Um mÌstico dormir de cr‚nio, que sossega;
A nuvem, na textura obediente, alega
T„o solta mansid„o, que a simpatia arranca;

A madrugada a treva amenamente espanca
E deste vale a cor, sorrindo, nos entrega;
A tarde desce triste e num adeus navega
Muda saudade nossa, em liberdade franca;

A flor È mimo extremo, em gabos sempre imerso
Matiz, aroma, forma exalam, que se ilude
Quem, nos corpos sem alma, achar sonho diverso;

Mas tu, meu lindo bem, possuis total virtude:
ContÈns quanto suave exista no Universo,
E d·s-me um cÈu ‡ parte em tua -
angelitude!

download das partituras

 

  Parceria Institucional Produção Patrocínio
Lei de Incentivo à Cultura Instituto Moreira Salles Sociedade Brasileira de Autores Integrar Produções Culturais e Eventos EMC Natura Ministério da Cultura